Anvisa tira lotes de 3 marcas de leite do mercado

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publica amanhã, no Diário Oficial da União (D.O.U.), a relação dos lotes e das unidades industriais de três marcas de leite longa vida integral (UHT) que serão recolhidos do mercado em todo o País. A representante da Gerência de Inspeção e Controle de Risco de Alimentos da Anvisa, Laura Brant, disse hoje, em Uberaba, que essa é uma interdição cautelar dos produtos que foram fraudados com uso de soda cáustica e água oxigenada, encontrados durante a investigação da Promotoria de Minas Gerais e da Polícia Federal (PF). Detalhes sobre os produtos que serão retirados do mercado, lotes e unidades onde foram produzidos serão divulgados amanhã. Brant não citou abertamente os nomes das três marcas, porém disse que os lotes e unidades fabris são de três marcas que têm laudos fornecidos pela PF. Tanto a PF quando o Ministério Público (MP) de Minas informaram que os laudos das empresas Centenário (de Uberaba), Calu (de Uberlândia) e Parmalat apresentaram fraude no leite integral. Mais de 1 milhão de litros de leite integral foram interditados durante a Operação Ouro Branco, na segunda-feira, na sede da Cooperativa Regional dos Produtores de Leite do Vale do Rio Grande Ltda. (Coopervale), em Uberaba.A Coopervale produz o leite com a marca Centenário e fornecia o produto para as outras duas marcas indiciadas. Laura afirmou que a interdição cautelar da Anvisa refere-se apenas ao leite integral, não atingindo outros produtos, como leite desnatado, requeijões e doces fabricados a partir do produto. Em Uberaba, a Justiça já havia determinado a proibição das vendas dos produtos lácteos suspeitos de fraude. A Coopervale está funcionando normalmente e tem 400 funcionários, além de 1.100 fornecedores de leite. O sub-secretário de Vigilância em Saúde, do Estado de Minas Gerais, Luiz Felipe Caran, disse que as inspeções devem ocorrer a partir das amostras de análises dos laudos oficiais "para não cometer equívocos".

BRÁS HENRIQUE, Agencia Estado

25 de outubro de 2007 | 20h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.