Após 51 dias, estudantes deixam a reitoria da USP

Com atraso de mais de uma hora do horário combinado, termina a ocupação

Agencia Estado

25 de junho de 2007 | 15h58

Cinqüenta e um dias depois do início da invasão e mais de uma hora após o vencimento do prazo final acertado com a reitora Suely Vilela, os estudantes e funcionários que ocupavam a reitoria da USP deixam o prédio.O último atraso na desocupação teria sido provocado por uma discussão sobre qual representante dos estudantes assinaria o compromisso firmado junto com a reitoria para encerrar o movimento.Os estudantes haviam decidido deixar o prédio da reitoria em assembléia realizada na noite de quinta-feira, 21. Essa decisão precisava ser referendada pelos funcionários, que realizaram uma plenária no início da tarde desta sexta-feira e decidiram acompanhar a determinação dos alunos.Alunos e funcionários aceitaram os termos de uma carta elaborada por um grupo de cinco professores influentes da instituição, que se ofereceu para mediar informalmente as negociações entre estudantes e a reitora Suely Vilela.

Tudo o que sabemos sobre:
uspgreveocupação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.