Após chuvas, mais três ônibus são incendiados em SP

Moradores revoltados com os prejuízos causados pelas chuvas que atingiam a região metropolitana de São Paulo desde a noite da quarta-feira, 22, atearam fogo em pelo menos mais três ônibus nesta quinta-feira, 23. Segundo a Polícia Militar, ninguém se feriu e nenhum suspeito foi detido.

AE, Agência Estado

24 de janeiro de 2014 | 09h33

Na rua Itajuíbe, no Itaim Paulista, zona leste da cidade, um grupo de indivíduos em protesto parou um ônibus por volta das 20h e mandou os passageiros descerem. Eles, então, atearam fogo na carroceria. Quando os policiais chegaram ao local, o veículo já estava em chamas e completamente destruído.

Na zona sul, bairro Parque Independência, outros dois coletivos foram incendiados. Na rua Bernardo Gomes de Brito, um ônibus da empresa Campo Belo foi encontrado totalmente queimado por volta das 18h. Mais cedo, na rua Garcia de Orta, segundo testemunhas, quatro indivíduos atearam fogo em um coletivo da mesma empresa, mas quando a Polícia chegou eles já havia fugido.

As chuvas da quinta-feira, 23, causaram o transbordamento de córregos, o desabamento de uma casa e a interrupção de linhas de trem, informa a edição desta sexta-feira, 24, do ''Estado''. Na Grande São Paulo, houve o registro de uma pessoa desaparecida, em Embu das Artes.

Mais conteúdo sobre:
ChuvasIncêndioÔnibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.