Avião com policiais faz pouso forçado em Mato Grosso

Um avião bimotor transportando policiais fez um pouso forçado na manhã de hoje no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, em Mato Grosso, por causa de um problema no trem de pouso. Ninguém ficou ferido.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

03 de maio de 2011 | 16h14

A aeronave, de prefixo PT-VEM, do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), havia decolado por volta das 8 horas para Marabá, no Pará, para buscar um reeducando que irá a júri em Mato Grosso no próximo dia 11.

Logo após a decolagem, o trem de pouso apresentou pane e não atendeu ao comando de recolher do piloto, comandante PM César Augusto de Camargo Roveri, que então adotou os procedimentos de acionamento de emergência para baixar e travar o trem.

Segundo informações do piloto comandante, capitão Roveri, o bimotor sobrevoou o Aeroporto Marechal Rondon por cerca de duas horas, até acabar o combustível, para reduzir o risco de explosão no momento da aterrissagem. Na quinta tentativa de acionamento do mecanismo de emergência, a aeronave funcionou com o indicativo de luzes de painel sinalizando que o trem estava baixado e travado.

Estavam a bordo da aeronave o piloto comandante capitão Roveri; o 2º piloto comandante, capitão BM Flávio Gledson Vieira Bezerra e os investigadores da Polícia Judiciária Civil Fábio Mel Kuezedekue de Souza e Zanil Ferreira Gomes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.