Caixa estima expansão de 30% nos empréstimos a empresas em 2009

A Caixa Econômica Federal espera aumentar o volume de empréstimos concedidos a empresas no país este ano, ocupando um vácuo deixado pelo setor privado por conta da crise internacional de crédito. Segundo a presidente do banco estatal, Maria Fernanda Ramos, a expectativa é de um aumento de ao menos 30 por cento no volume de financiamentos concedidos para as pessoas jurídicas. "Pretendemos manter o ritmo (de crescimento) de 30 por cento esse ano e já observamos que várias empresas estão interessadas", afirmou a executiva durante evento no Rio de Janeiro. "Como houve escassez, a Caixa exerceu seu papel de banco público que é atender essas empresas de pequeno, médio e grande porte", acrescentou. Maria Fernanda afirmou ainda que a Caixa pode elevar de 350 mil para 500 mil reais o teto do valor dos imóveis que poderá usar financiamento do FGTS. "Essa é uma das medidas estudadas no conjunto de ações que serão anunciadas pelo governo ... o valor ainda depende do Ministério da Fazenda", disse a executiva. (Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.