Cartas

R$ 1 TRILHÃO!

, O Estadao de S.Paulo

15 Dezembro 2009 | 00h00

R$ 1 trilhão é a cifra alcançada pelo governo em arrecadação de impostos, ontem. Se fosse num país sério, esse valor seria mais do que suficiente para se ter transporte eficiente e de qualidade, saúde e educação, moradia, segurança e emprego para todos. Ao contrário, pagamos impostos da Suécia e temos serviços do Zimbábue. Não fossem nossos representantes os maiores caras de pau, que não se intimidam nem um pouco quando se trata de votar medidas que sobrecarregam o bolso do contribuinte. Enquanto isso, a corrupção corre solta em todas as instâncias. Todos são absolvidos e perdoados, pois não existe punição para corruptos do dinheiro público. A população assiste a tudo calada. Vamos ver até quando aguentará, se é que vai aguentar.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

___________________

PRÊMIOS

Felicitações e cumprimentos pela dupla premiação recebida: Veículo Mais Admirado/Grupo Troiano de Branding e Veículo de Comunicação/revista Propaganda-Editora Referência. Os prêmios reforçam e consagram o caráter democrático, independente, ético e firme que é a marca registrada, por excelência, do Estadão nosso de cada dia. Bravo!

J . S. Decol - Decol JS Marketing & Copyright decoljs@globo.com

São Paulo

___________________

CENSURA, 137 DIAS

Nos países democráticos não existe censura à imprensa. Logo, o Brasil não é um país democrático.

James F. Sunderland Cook sunderland2008@gmail.com

São Paulo

Não posso calar-me sem antes transmitir os meus mais profundos sentimentos de pesar à sociedade brasileira. Pêsames pela perda da democracia. Sepultada que foi pelo STF. Embora eu não possa deixar de reconhecer que se trata de um caso de eutanásia, praticada pelos discípulos chavistas de plantão.

Luiz Carlos Ceglys luiz@ceglys.com.br

São Paulo

Infelizmente o nosso máximo tribunal não é o máximo defensor da democracia. É só o nosso máximo defensor das oligarquias.

José Eduardo Zambon Elias zambonelias@estadao.com.br

Marília

___________________

IMPRENSA LIVRE

O excelente artigo do jornalista Sérgio Augusto Às favas com a livre imprensa (Aliás, 13/12) deveria ser lido nas praças públicas e distribuído nas escolas e universidades. É um compromisso, um louvável compromisso com a ética e uma séria advertência: o mundo atual está ameaçado, seriamente ameaçado pelo autoritarismo. Defender a liberdade de imprensa significa enfrentar a ameaça e garantir a democracia.

Rodolfo Konder, jornalista, diretor da ABI em São Paulo

São Paulo

Muito bom o texto de Sérgio Augusto, no caderno Aliás deste domingo, sobre a mordaça imposta ao Estado. Quando esta esquerda, representada por muitos homens e mulheres que hoje estão no PT, lutava contra a ditadura de direita que vivemos no Brasil, pensávamos que eles queriam a liberdade. Hoje vemos que eles queriam derrubar uma ditadura e nos submeter a outra, só que de esquerda. Recomendo a leitura do livro A Ditadura Envergonhada, onde os segredos da esquerda são revelados.

Carlito Sampaio Góes carlitosg@estadao.com.br

São Paulo

___________________

MORDAÇA REVELADORA

Com a recente decisão da Justiça, não foi o Estadão que

perdeu, mas sim todos os brasileiros. Quando um jornal é bom, mesmo na adversidade consegue surpreender os seus leitores. Afinal, involuntariamente o Estadão fez o enorme serviço de mostrar a todos nós quem é o Poder Judiciário atualmente.

Roberto Moretti Bueno robmoretti@terra.com.br

São Paulo

___________________

MAIS VERBA PARA UM FIASCO

A TV Brasil, a que não sai do zero de audiência, quer mais verba! Não seria mais ético e honesto Lulla reconhecer que essa TV é um fiasco e destinar a verba de R$ 500 milhões/ano a estradas, saúde pública ou educação? Mas onde Lulla recolocaria todos os apadrinhados em fim de carreira empoleirados nessa estatal, cujo único objetivo é fazer propaganda petralha pelo Brasil afora? O povão pode aprovar a propaganda política desse governo que invade suas casas em horário nobre em emissoras a que está acostumado, mas mudar de canal para ir atrás dela, impossível! E a nós só resta trabalhar para pagar o salário desses "cumpanheiros"... Não existe Lei de Responsabilidade Fiscal para presidente? Chega de desperdício de dinheiro público!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

___________________

LEI? ORA, LEI...

Observa-se que as pessoas levam a sério a possível criação de uma lei - atendendo a uma ordem do presidente da República - que teria o poder de transformar a corrupção (menos a cometida pelo PT e seus aliados, é claro) em crime hediondo. Mas ninguém exige que ela inclua a devolução rigorosa da grana surrupiada dos cofres públicos! De modo que essa lei já nasceria inócua, comprometendo a tão almejada punição.

Maria Cecília Naclério Homem mcecilianh@gmail.com

São Paulo

___________________

''O STF perde o seu mérito por não julgar o mérito da censura ao Estadão"

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

___________________

"PORNOPOLÍTICA"

Em uma frase Carlos Alberto Di Franco (14/12, A2) disse tudo: "O veto aos candidatos com ficha suja e o fim do foro privilegiado podem mudar o Brasil." A sociedade precisa se mobilizar para conseguir dar esse importante passo, tão indispensável à nossa cidadania. Todos devem lutar para alcançar essa conquista.

Fernando Corrêa do Carmo fernandocorrea29@yahoo.com.br

São Paulo

___________________

OMISSÃO DE LEGENDA

Peço aos srs. políticos que não me enviem mais os costumeiros votos de fim de ano ou qualquer outra correspondência em que não conste o partido político a que pertencem. Essa prática dá ao eleitor o direito de julgar que, assim fazendo, o seu representante quer estar sempre disponível para negociar a troca da sua legenda por alguma vantagem adicional. Lembrem-se de que a Justiça Eleitoral, recentemente, decidiu que o voto pertence ao partido, e não ao candidato. Eu acrescentaria: com o aval do eleitor. Além disso, é um péssimo exemplo para o despreparado eleitorado médio brasileiro.

Carlos Pacheco Fernandes Filho c-pacheco-filho@uol.com.br

São Paulo

___________________

PHAN THI KIM PHUC

O destino de uma menina que foi a cara de uma guerra (13/12, A21), mais que representar, vem reafirmar que a presença de ca-

da pessoa neste planeta é poder viver em paz. O sonho mais lindo da vida é o sonho de viver, sua ação é a essência da vida, que assim perfaz a grandiosidade da humanidade. Lembro-me quando vi a foto da barbárie em 1972 e é muito emocionante ver a foto com o sorriso de Phan nos dias de hoje. A vitória só existe quando todos ganham e Phan Thi Kim Phuc retrata que a vitória maior é a dignidade humana. Honradamente

Judson Benedito Brisolla Franchi jb2frch@hotmail.com

Itapetininga

___________________

NOBEL DA PAZ

Declara o Prêmio Nobel da Paz Barack Obama: "Haverá momentos em que os países verão que o uso da força não é apenas necessário, mas moralmente justificável" (13/12, J7). Bin Laden deve estar pensando a mesma coisa.

Tibor Rabóczkay trabocka@hotmail.com

São Paulo

___________________

FILOSOFIA DE BARACK OBAMA

Para ganhar o Nobel da Paz: si vis pacem, para bellum.

Pedro Trabbold Jr. pedro.trabbold@uol.com.br

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.