China quer ter sua estação espacial e explorar Marte

O próximo estágio do programa espacial tripulado chinês envolverá o estabelecimento de uma base em órbita, incluindo um laboratório espacial, uma nave capaz de se ligar a esse laboratório, foguete lançador, base de lançamento e base de pouso, disse Gu Yidong, diretor-geral de projetos do programa.Entre os experimentos previstos para o futuro laboratório espacial está o lanlçamento de pequenos satélites e o teste de tecnologia de comunicações com raios laser, de acordo com o serviço noticioso . Já o administrador da agência espacial chinesa, Sun Laiyan, afirma que o país pretende investir, ao longo dos próximos cinco anos, na exploração do espaço profundo, com foco na Lua e em Marte. Segundo Sun, o plano inclui cooperação internacional.Ele citou, entre as metas do programa, o estudo da distribuição e utilização de recursos lunares, pesquisas científicas no sistema Terra-Lua e a busca de conhecimento para o desenvolvimento sustentável da Terra. A China também pretende conduzir pesquisas sobre astronomia e física do Sol, microgravidade e biologia no espaço. Sun pediu que os cientistas intensifiquem a compreensão da evolução das estrelas e do Universo, e prometeu o lançamento de um satélite chinês de pesquisa astronômica. Em 2003, a China se tornou o terceiro país, depois de Rússia e EUA, a pôr um astronauta em órbita com recursos próprios. Em 2005, o país voltou a lançar um vôo espacial tripulado, desta vez com dois astronautas a bordo. Para 2008, o programa espacial chinês prevê um lançamento com três astronautas, e que deverá incluir uma caminhada espacial.Para 2007, a China pretende lançar uma sonda rumo à Lua, a nave Chang´e, que deverá entrar em órbita do satélite da Terra. A China prevê um programa de exploração lunar em três fases, sendo que a última envolve o retorno de amostras lunares para a Terra.

Agencia Estado,

19 de julho de 2006 | 13h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.