Com câncer, delator do mensalão passará por cirurgia antes do julgamento

A poucos dias do início do julgamento do mensalão, o delator do suposto esquema, o ex-deputado federal Roberto Jefferson, passará por uma cirurgia após ter diagnosticado um câncer no pâncreas.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h24

Segundo a assessoria do PTB, partido que Jefferson preside, o ex-deputado passou por exames pré-operatórios na manhã desta sexta-feira em um hospital no Rio de Janeiro e deve submeter-se à cirurgia no dia 28 deste mês.

O julgamento do mensalão, escândalo deflagrado em 2005 durante o primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e no qual parlamentares receberiam dinheiro em troca de apoio político ao governo no Congresso, tem início previsto para o dia 2 de agosto no Supremo Tribunal Federal (STF).

Jefferson é um dos 38 réus do processo. Também estão entre os acusados de participação no suposto esquema ex-dirigentes do PT, como o ex-presidente da sigla José Genoino e o ex-tesoureiro Delúbio Soares, e o ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICAROBERTOCANCER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.