Confiança do consumidor brasileiro melhora no 2o trimestre

A confiança do consumidor recuperou-se entre abril e junho depois de dois trimestres seguidos em queda, de acordo com indicador da Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgado nesta quinta-feira.

REUTERS

18 de junho de 2009 | 13h07

O índice aumentou 3,7 por cento frente ao primeiro trimestre deste ano e manteve-se praticamente estável em relação a igual período de 2008.

"Apesar do crescimento, o índice ainda registra queda de 4,6 por cento na comparação com o indicador do terceiro trimestre de 2008, quando os efeitos da crise econômica internacional ainda não eram tão evidentes sobre a economia brasileira", ponderou a CNI.

A pesquisa mostrou que a melhora deve-se, principalmente, a expectativas mais positivas sobre desemprego e inflação.

A expectativa de evolução da renda pessoal manteve-se estável, enquanto outro componente mostrou uma redução no endividamento dos consumidores. Apesar disso, a situação financeira dos consumidores continua fraca.

"O índice de evolução da situação financeira recuou 0,6 por cento na comparação com o trimestre anterior, a terceira seguida nesta comparação, acumulando recuo de 5,9 por cento desde o terceiro trimestre de 2008", acrescentou a CNI.

A CNI ouviu 2.002 consumidores de 143 municípios em todo o Brasil.

(Texto de Daniela Machado; Edição de Alexandre Caverni)

Mais conteúdo sobre:
MACROCONFIANCACNI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.