Confrontos no Egito deixaram 365 mortos, diz TV estatal

O número de mortos pelos recentes confrontos no Egito chegou a 365, disse o Ministério da Saúde na quarta-feira, segundo a televisão estatal.

REUTERS

16 de fevereiro de 2011 | 18h16

A cifra é maior do que os cerca de 300 mortos divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Após 18 dias de protestos populares no Egito, o presidente Hosni Mubarak renunciou na última sexta-feira. O Conselho Supremo Militar assumiu o controle do país, dissolveu o Parlamento e suspendeu a Constituição, iniciando o desmonte dos mecanismos que sustentavam o regime.

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOMORTOSNUMERO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.