Criança é 7ª vítima da gripe suína em Londrina-PR

A Secretaria da Saúde de Londrina, no Paraná, confirmou hoje mais uma morte decorrente do vírus influenza A (H1N1), a gripe suína. Com isso, sobe para sete o número de vítimas da doença na cidade. De acordo com a secretaria, trata-se de um menino de quatro anos, que morava em Arapongas, no norte do Estado, e começou a apresentar os primeiros sintomas da doença no dia 8 de agosto. Com o agravamento do quadro, a criança foi transferida no dia 18 para o Hospital Universitário (HU), em Londrina, onde faleceu cinco dias depois. A enfermidade foi diagnosticada pelo Laboratório Central do Estado (Lacen).

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

24 Agosto 2009 | 16h03

Hoje, as funcionárias grávidas do Ministério Público Federal (MPF) em todo o País foram liberadas de comparecer ao trabalho até o dia 31 de agosto por causa da Influenza A (H1N1). O MPF também vai recomendar às empresas prestadoras de serviço a adoção de medida semelhante às funcionárias gestantes. Se houver possibilidade, as mulheres liberadas poderão, a critério da chefia imediata, fazer o serviço em casa.

Mais conteúdo sobre:
gripe suínamortesPRLondrina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.