Crianças choram com porta fechada do Parque da Xuxa

Ônibus de excursão formavam uma longa fila na entrada do Parque da Xuxa, dentro do Shopping SP Market. A interdição levou a uma choradeira desenfreada a pequena Maria Fernanda, de 6 anos, que veio em um dos ônibus de Cafelândia, a 450 km da capital. "Acordamos às 3 horas da manhã. E agora, como eu explico isso para ra menina?", reclamava a avó, a aposentada Isolina Trindade, de 59 anos.

Fernanda Brambilla, O Estadao de S.Paulo

22 de novembro de 2009 | 00h00

Desesperada, a guia de turismo Fabiana Bitencourt tentava convencer os seguranças. "Eu liguei para o shopping ontem e eles me confirmaram que tudo ia funcionar." Depois da discussão, as famílias concordaram em aproveitar o sábado em outro parque.

À frente, outra turma, de Avaré (a 260 km da capital), não teve a mesma sorte. "Não tenho como pagar outro lugar", contou a professora Ana Paula Oliveira, 27 anos. Ela gastou R$ 210 para passear com a mãe e o filho Luís Eduardo, 4 anos, que também chorava.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.