Crítico musical J. Jota de Moraes morre em São Paulo

Morreu na madrugada de terça para quarta-feira o jornalista e crítico musical J. Jota de Moraes, vítima de insuficiência respiratória. Nascido em Itapetininga, no interior de São Paulo, ele foi o crítico responsável pela área de música clássica do Jornal da Tarde de 1972 a 2003.

EQUIPE AE, Agência Estado

13 de junho de 2012 | 20h59

A partir de então, o jornalista publicou artigos e ensaios em publicações como o Caderno 2, do Estado, desempenhou a função de conselheiro artístico da Sociedade de Cultura Artística e, nos últimos anos, dedicava-se à atividade de professor, responsável por concorridos cursos de introdução à história da música.

J. Jota, como era conhecido, era autor de livros como O Que É Música, lançado em 1983 pela Editora Brasiliense, dentro da coleção Primeiros Passos. O velório e o enterro serão realizados na quinta-feira em sua cidade natal.

Tudo o que sabemos sobre:
morteJJota Moraes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.