Descoberta floresta petrificada há mais de 1 milhão de anos

Árvores, transformadas em sílex, têm até 3,5 m de altura e 1,2 m de diâmetro

Agencia Estado

21 de junho de 2007 | 12h11

Cientistas chineses descobriram na província de Anhui, no leste do país, uma floresta petrificada de entre um e dois milhões de anos, informou nesta quarta-feira, 20, a agência de notícias oficial Xinhua.O responsável do escritório de turismo local, She Xianbing, afirmou que a floresta tem uma superfície de 200 metros quadrados e fica na montanha de Xianyu, no município de Dongzhi.As árvores, transformadas em sílex, têm até 3,5 metros de altura e 1,2 metro de diâmetro e poderiam fornecer informações sobre o clima e a vegetação pré-históricas, acrescentou.Segundo especialistas do Instituto de Paleontologia de Nankin, na província de Jiangsu, a floresta contém restos fossilizados de pinheiros, ciprestes, abetos e abricós.A floresta permaneceu enterrada durante todos estes anos, mas com o passar do tempo as chuvas acabaram revelando sua superfície.

Tudo o que sabemos sobre:
florestapedrachina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.