EUA admitem que eleição pode ser adiada

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, reconheceu ontem que as eleições iraquianas podem ser adiadas para depois de janeiro. O motivo do adiamento é a disputa interna sobre a composição das cadeiras no Parlamento iraquiano. A mudança nos planos pode acabar influenciando o cronograma de retirada das tropas americanas no Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.