Evento na COP8 fala sobre Reservas de Desenvolvimento Sustentável

Cerca de cem pessoas de várias poderão conhecer um pouco mais sobre a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Cujubim. A apresentação será feita na próxima segunda-feira, dia 27, no evento Contribuição das RDS para o desenvolvimento sustentável da Amazônia que acontece na 8ª Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica (COP-8) - que começou dia 20, em Curitiba.No evento será apresentado um panorama geral da criação de unidades de conservação de uso sustentável (que permitem a presença de pessoas em seu interior) ao longo dos últimos anos no estado do Amazonas. Ao todo, doze RDS já foram decretadas no país, sendo que todas estão localizadas na região amazônica.A primeira experiência de RDS se deu no Estado do Amazonas, em 1996, quando o governo estadual transformou uma Estação Ecológica na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, criada pelo renomado biólogo paraense José Márcio Ayres, falecido em 2003.As Reservas de Unidades de Conservação são decretadas pelo Governo e, segundo as diretrizes estabelecidas pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), foram criadas para aliar a conservação da natureza e sua biodiversidade à melhoria da qualidade de vida da população que vive em seu interior.Serão apresentados, também, um pequeno livro, sobre a RDS Cujubim e um site.

Agencia Estado,

17 de março de 2006 | 19h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.