Filha descobre pai vivo em programa de TV sobre sem-teto

No vídeo, argentino que não via família há 12 anos falava sobre paixão por livros.

BBC Brasil, BBC

22 de fevereiro de 2011 | 07h54

Guillermo Gómez vivia nas ruas de Buenos Aires havia cinco anos

Um sem-teto de 59 anos reencontrou a família na Argentina após 12 anos graças a um vídeo publicado na internet e exibido na TV.

Guillermo Gómez tem três filhos, Fernando, Laura e Victória, que eram adolescentes quando se viram pela última vez. Eles se afastaram por questões familiares, e a família achava que ele estava morto.

Segundo Guillermo, ele foi parar nas ruas de Buenos Aires "por essas coisas da vida, quando tudo começa a dar errado", mas não deu maiores detalhes.

A história da sua nova vida começou em outubro do ano passado. Guillermo vivia há cinco anos em uma praça no bairro de Palermo, Buenos Aires. Ele conversava sobre livros com uma mulher quando dois rapazes, Germán Barbato, de 25 anos, e Federido Sordo, de 27, se interessaram em ajudá-lo.

Os rapazes produziram o vídeo 'Una Mano para Guille' ('uma ajuda para Guille', na tradução livre), e publicaram na internet.

No vídeo, Guillermo contava que esperava conseguir um emprego. Barbudo e respirando com dificuldades, ele desabafava: "Às vezes, não é o material, a ajuda que as pessoas possam nos dar (na rua), mas uma conversa. Assim, conversando as coisas acontecem sozinhas", disse.

Paixão pelos livros

O argentino reencontrou os filhos de quem ficou afastado por 12 anos

Guillermo contava que sua paixão pela leitura era sua aliada no cotidiano de sem-teto, e que acabara de ler 'Quando Nietzche Chorou", de Irvin D. Yalom.

Sordo e Barbato coordenavam na época, em Buenos Aires, um projeto para estimular a leitura chamado 'Yo leí este libro' ('Eu li este livro') que consiste em deixar livros já lidos em lugares públicos para que desconhecidos se sintam atraídos e levem a obra pra casa.

"Começamos a levar livros para ele. Estávamos admirados com sua determinação em ler mais e em conseguir um trabalho. Ele dormia na praça, mas acordava cedo para vender café, como ambulante", contou Barbato à BBC Brasil.

Dias mais tarde, eles publicaram o vídeo na internet. Foram mais de dez mil visitas nos primeiros dois dias.

Surpresa na TV

Victória, de 29 anos, reconheceu o pai no vídeo, quando ele foi exibido em uma rede de TV argentina e mandou um e-mail para Barbato e Sordo.

Guillermo não tinha falado sobre os filhos para os rapazes, que pensavam que ele era um homem sem família.

O reencontro de Guillermo com a filha e o genro, Esteban, aconteceu no Hospital Fernández, de Buenos Aires.

Dias antes, o ex-sem teto tinha passado mal e, por orientação de assistentes sociais, os rapazes contaram para ele que seus filhos queriam revê-lo.

Guillermo tem duas netas e agora trabalha como taxista

"Foi um reencontro emocionante. Todos choraram. Nosso objetivo era encontrar um emprego para ele, mas encontramos a família", disse Barbato.

Atualmente, o ex-sem-teto mora com Victória, o genro, e a neta, Candela. Ele tem outra neta, Julieta, filha de Fernando. E agora trabalha como taxista.

"A história de Guillermo mostra que qualquer um pode ajudar ao próximo. Não éramos profissionais da área social e não tínhamos muito dinheiro. Mas a história tem um final feliz que também nos surpreendeu", afirmou Barbato.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
desabrigadoargentinareencontrofamilia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.