Filho - neto e sobrinho - de peixe Thomas Troisgros

Não deve ser fácil ser filho de Claude Troisgros, neto de Pierre e virar cozinheiro. Thomas diz que foi parar na cozinha quase por inércia: não sabia o que queria e foi estudar no Culinary Institute of America. Na mesma turma estava Rafael Costa e Silva, vem daí a amizade. Fez estágios no exterior (a estadia com a família em Roanne foi rápida, durou só uma semana e ele logo escapou da rigidez francesa). Trabalhou com Daniel Boulud em Nova York e pensava ficar por ali, até que o pai foi buscá-lo. Claude estava abrindo o Boteco 66 e queria o filho na cozinha.

O Estado de S.Paulo

05 Junho 2014 | 02h08

Voltou, mas diz que só pegou mesmo gosto pela profissão há dois ou três anos. "O clique deu quando as pessoas começaram a aceitar minhas criações e fui deixando de ser só o filho do Claude", diz. Nos últimos tempos, Thomas se empolgou, fez viagens, garimpou produtos, esteve na Amazônia, descobriu embutidos artesanais em Curitiba. Os resultados podem ser saboreados no menu criatividade do Olympe. "Tudo que faço passa pela curadoria do meu pai. E, nos pratos dele me encarrego do visual", diz Thomas.

O Olympe tem dois menus. O especialidade traz os clássicos de Claude - das vieiras grelhadas com doce de leite e curry ao foie gras com pera e vinho tinto. O criatividade apresenta as novidades. Na atual temporada inclui um espetacular nhoque de batata-roxa (feito sem farinha e sem ovos) servido com mandiopã de bacalhau, queijo canastra e tapenade; leitão confit com maçã cozida em sous-vide, servido com farofa de panco, cacau e caju; batata baroa relada com carne seca e rapadura. Pratos tecnicamente impecáveis e com muito sabor

Menu-degustação com 7 pratos (R$ 300 ou 390, com vinho).

Onde. R. Custódia Serrão, 62, Lagoa, RJ, (21) 2539-4542

Filho de Claude e neto de Pierre, tem 36 anos. Trabalhou com Daniel Boulud em Nova York, passou uma temporada no Mugaritz e fez estágio no Arzak, ambos no país basco espanhol. Cria os pratos do Olympe - sob a curadoria do pai - e cuida da apresentação visual dos pratos do restaurante C.T.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.