Fotógrafa retrata adolescentes em seus quartos nos EUA e no Oriente Médio

O mundo pessoal de garotas que vivem em locais como Boston e um campo de refugiados no Líbano são tema do ensaio.

BBC Brasil, BBC

15 de abril de 2011 | 05h30

     

 

O projeto "Uma menina e seu quarto", da fotógrafa libanesa Rania Matar, mostra garotas adolescentes, entre 15 e 20 anos, em seus quartos nos Estados Unidos e no Oriente Médio.

Matar, que se inspirou na própria filha adolescente, já fez retratos de 300 garotas nos Estados Unidos, no Líbano, em territórios palestinos e em países europeus.

"Quando observo minha filha com suas amigas, fico fascinada com a transformação que está acontecendo, com a formação da personalidade adulta e a insegurança que estão substituindo o mundo sem preocupações em que estas garotas viviam", diz a fotógrafa.

O projeto, que já dura dois anos, começou como um ensaio fotográfico da região de Boston, nos Estados Unidos, onde vive.

No entanto, Matar decidiu fotografar também adolescentes do Oriente Médio. Recentemente, ela começou a fotografar também meninas de países europeus.

"Todas as vezes em que acho que já posso passar a outro projeto, eu fotografo uma menina e encontro uma nova pessoa, e percebo o quanto ainda posso descobrir sobre essas garotas."

A fotógrafa diz que, inicialmente, quis fotografar as meninas em grupos, mas percebeu que elas se sentiam mais confortáveis em seus espaços privados.

Matar realiza diversos trabalhos relacionados com questões femininas. Seu primeiro livro, Ordinary Lives ("Vidas comuns", em português), mostra fotos de mulheres e crianças no Líbano e em campos de refugiados palestinos.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.