Fred erra e 70 mil veem o Flu ser eliminado

Time carioca estava embalado com os 3 a 0 sobre a LDU, mas atacante foi expulso e o Tricolor não conseguiu levar a decisão para a prorrogação

Sílvio Barsetti, RIO, O Estadao de S.Paulo

03 Dezembro 2009 | 00h00

Foi emocionante, quase uma jornada heroica do Fluminense. Mas os 3 a 0 do Tricolor sobre a LDU não foram suficientes para que o título da Copa Sul-Americana ficasse nas Laranjeiras. Como perdeu no jogo de ida por 5 a 1, em Quito, o Fluminense precisava vencer por quatro gols de diferença para levar a decisão à prorrogação. O time lutou até o fim e, por isso, deixou o gramado aplaudido de pé por quase 70 mil torcedores que lotaram ontem à noite o Maracanã.

O público fiel esteve ao lado do Fluminense o tempo todo e ficou cabisbaixo somente após a expulsão infantil de Fred, no momento em que a equipe vencia por 3 a 0. O atacante que vem sendo o grande comandante da equipe na recuperação no Campeonato Brasileiro, se descontrolou e acabou levando o cartão vermelho. Pelo menos, no domingo, o astro poderá ajudar sua equipe a não cair para a Segunda Divisão nacional em jogo decisivo contra o Coritiba, na capital paranaense.

O entusiasmo de início aumentou quando Diguinho abriu o placar logo aos 13 minutos. A euforia parecia incontida após chute certeiro de Fred, ao 43 minutos do primeiro tempo. A LDU queria apenas se defender e apelava para as faltas, chutões para o alto e todo antijogo possível. De La Cruz foi expulso por entrada violenta em Diguinho e complicou a situação dos visitantes.

A opção de Cuca no intervalo era absorver a energia dos tricolores. Então, não desceu com a equipe para o vestiário. No campo, reorientou o grupo. A motivação não diminuiu, embora o preparo físico do time começasse a dar sinais de esgotamento.

O sonho do título ainda estava de pé depois que Conca cobrou falta e Mariano subiu de cabeça para marcar o terceiro gol. Faltavam ainda mais de 20 minutos.

A esperança dos cariocas mantinha-se viva, mas recebeu forte abalo quando Fred, logo ele, Fred, o mais experiente do Fluminense, perdeu o controle, discutiu com o árbitro asperamente e acabou expulso. A torcida acusou o golpe, o time de Cuca, também. Houve luta, raça, empenho até os 50 minutos. Mas não deu. O time da LDU continua, agora mais forte do que antes, como o grande algoz do Tricolor no continente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.