Goleiro Bruno é punido por ameaçar detentos

O goleiro Bruno Fernandes foi punido com a perda de um terço dos dias de redução da pena à qual foi condenado pelo sequestro e morte da ex-amante Eliza Samudio. Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), ele foi punido por falta grave porque "ameaçou dois detentos e um agente penitenciário". O Tribunal de Justiça de Minas Gerais não informou o número de dias a que o atleta tem direito pelas atividades já exercidas na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, Minas Gerais.

AE, Agência Estado

23 de janeiro de 2014 | 21h29

Tudo o que sabemos sobre:
Caso Eliza SamudioBruno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.