Governo quer acabar com acúmulo de PIS/Cofins no café, soja e açúcar

O governo federal estuda medidas para acabar com o acúmulo do crédito presumido do PIS/Cofins nas cadeias do café, da soja e do açúcar, para garantir a redução dos preços dos produtos da cesta básica, informou o secretário da Receita Federal, Carlos Alberto Barreto, nesta sexta-feira.

Reuters

22 de março de 2013 | 14h03

"O que está se estudando é um ajuste na cadeia produtiva para evitar que o contribuinte tenha um acúmulo de crédito de PIS/Cofins em produtos que foram desonerados", afirmou Barreto, acrescentando que uma das hipóteses é a devolução em dinheiro do crédito aos produtores dessas commodities.

O objetivo do governo é garantir a redução dos preços dos produtos que compõem a cesta básica.

O secretário disse ainda que não está em estudo o estímulo para a exportação da soja processada (óleo e farelo) por meio de aumento de crédito tributário para esses produtos.

Ele também afirmou que não está sendo estudada a desoneração do PIS/Cofins para o óleo diesel.

(Reportagem de Tiago Pariz)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSPISCOFINSSOJA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.