Haddad muda nome da Ponte dos Remédios

A Ponte dos Remédios, na Lapa, na zona oeste da capital paulista, ganhou um novo nome. Decreto publicado nesta quarta-feira, 29, pelo prefeito Fernando Haddad (PT) acrescenta o nome de Carmen Fernandes Neves à atual denominação da estrutura, que passa sobre o Rio Tietê. A homenageada é mãe do jornalista Milton Neves, da TV Bandeirantes.

CAIO DO VALLE, Agência Estado

29 Maio 2013 | 11h08

O projeto solicitando a mudança havia sido apresentado à Câmara Municipal no ano passado pelo vereador Toninho Paiva (PR). Na justificativa, ele sustentou que Carmen "empenhou sua vida no sentido de colaborar com a inclusão social e urbana", tendo realizado trabalhos pastorais na Igreja de Nossa Senhora do Carmo, na Aclimação, na zona sul.

Foi naquele bairro que, segundo o vereador, a homenageada se instalou com a família, quando se mudou da cidade mineira de Muzambinho para São Paulo.

Ela já havia sido homenageada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) em uma rodovia ligando a cidade de Caconde a Muzambinho, em março do ano passado. Carmen morreu em 1995.

Outro decreto publicado nesta quarta-feira por Haddad altera o nome do Viaduto Curuçá, na zona leste. A essa designação passa a vigorar o nome Cabo PM Luiz Cláudio Monteiro.

O projeto defendendo essa troca foi criado em 2006 pelos vereadores William Woo (PPS) e Wadih Mutran (PP). A justificativa dos dois para a homenagem ao policial é de que ele morreu em serviço sob o viaduto, morto durante os supostos ataques do Primeiro Comando da Capital (PCC) naquele ano. "Justamente o local do seu assassinato é o local onde queremos homenageá-lo", diz o texto.

Haddad também autorizou alterações nos nomes de outros cinco equipamentos públicos, inclusive uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

Mais conteúdo sobre:
decretoponteHaddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.