Homem é preso por ofensas racistas em São Paulo

Um homem de 59 anos foi preso em flagrante, hoje, e indiciado por injúria qualificada por preconceito racial, após ofender um segurança, por ele ser negro. O caso foi registrado no 27º Distrito Policial de São Paulo.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

07 de outubro de 2009 | 19h51

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), crianças brincavam no pátio de uma escola de educação infantil, no bairro do Ibirapuera, zona sul, quando um homem, aparentemente sem motivo, passou a xingar os estudantes.

O segurança, que trabalha na escola, pediu para que o homem, que é engenheiro, parasse de dizer palavrões. Ambos começaram a discutir. Durante a discussão, o engenheiro passava a mão no braço, enquanto dizia "olha a sua cor". Testemunhas presenciaram a ofensa e acionaram a polícia. O agressor passou por exame de corpo de delito e estava preso, à disposição da Justiça, até o início da tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
racismonegrosSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.