Incêndio atinge prédio de clínica na Bahia

O prédio onde funciona a Fundação Baiana de Cardiologia, em Salvador (BA), foi atingido por um incêndio na tarde de hoje. Houve pânico e confusão entre funcionários e pacientes da unidade, mas ninguém ficou ferido. Segundo o presidente da fundação, Álvaro Rabelo Junior, o fogo começou na central de ar-condicionado, localizado na área externa do prédio. O fogo espalhou-se para o primeiro andar da unidade, mas não chegou a atingir outras áreas da estrutura principal do prédio. Duas horas depois, os bombeiros controlaram as chamas.Na hora do incêndio, 45 pacientes estavam na fundação. Rabelo Junior afirma que foram distribuídas máscaras para evitar intoxicação pela fumaça. Parte dos pacientes teve de ser retirada do prédio e levada para a área médica do Colégio Militar, que fica perto dali. Os pacientes mais graves não precisaram ser removidos. O Corpo de Bombeiros investiga, agora, a origem do incêndio. A principal suspeita é um curto-circuito na central de ar-condicionado.

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

12 de setembro de 2007 | 18h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.