Incêndio em prisão de Ponte Nova-MG mata 25 presos

Cerca de 25 presos morreram carbonizados, hoje de madrugada, na Cadeia Pública de Ponte Nova, em Minas Gerais. De acordo com as primeiras informações, fornecidas pela Polícia Militar, por volta de 1h30 houve um incêndio após uma briga entre detentos rivais. Um grupo cercou o outro numa cela e colocou fogo em colchões.Como a cidade não possui Corpo de Bombeiros, um caminhão-pipa foi para o local para o combate às chamas. Ao mesmo tempo, foram utilizadas bombas de efeito moral para conter o tumulto. A direção da cadeia assegura que não houve fugas. O presídio tem capacidade para 87 presos, mas, no momento da briga, abrigava 173 homens.Uma equipe de legistas de Belo Horizonte deve estar ainda hoje em Ponte Nova. Os técnicos vão realizar exames de DNA e da arcada dentária para tentar identificar os corpos. Engenheiros também devem fazer uma vistoria para verificar se o prédio corre risco de desabamento. Ao longo do dia, a Secretaria Estadual de Defesa Social deve divulgar nota oficial sobre o caso.

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

23 de agosto de 2007 | 10h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.