Infraero: 'Apagão' atrasou voos no Salgado Filho

Um verdadeiro "apagão" atrasou a saída de dezenas de voos do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, durante a manhã de hoje. Por falta de energia elétrica entre as 4h30 e as 6h50, os passageiros ficaram impedidos de fazer o check-in e, sem poder seguir para as salas de embarque, esperaram pela solução do problema lotando um saguão que estava às escuras.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

20 de agosto de 2010 | 19h24

Em nota, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que ocorreram dois problemas em sequência. O primeiro foram oscilações no fornecimento externo de energia, que fizeram o terminal passar a operar com abastecimento de geradores. O segundo ocorreu na entrada da energia auxiliar, quando um disjuntor do segundo andar do prédio falhou, derrubando a carga que iluminaria a área na qual são feitos os procedimentos de embarque.

Os transtornos não foram ainda maiores porque a primeira decolagem estava prevista para as 6 horas e a primeira chegada para as 7h15. Mesmo assim, quatro voos saíram da capital gaúcha com atraso superior a duas horas, 19 com atrasos superiores a uma hora e cinco com atrasos superiores a 30 minutos, até as 11 horas, quando a situação se encaminhava para a normalidade, segundo a Infraero.

Como as operações na pista não foram suspensas, as chegadas foram menos prejudicadas. Quatro voos atrasaram mais de uma hora e nove atrasaram mais de 30 minutos. Nas primeiras cinco horas de atividades do dia estavam previstos 40 decolagens e 24 aterrissagens no aeroporto gaúcho. À tarde, o ritmo dos embarques e desembarques voltou ao normal. As operações com atrasos superiores a 30 minutos caíram para 17 e, mesmo assim, com tempo de espera bem inferior ao da manhã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.