Julio Medaglia é demitido do Teatro São Pedro

O maestro Julio Medaglia foi demitido ontem do cargo de diretor artístico do Teatro São Pedro, que ele ocupava desde abril. Os concertos que ele regeria hoje e amanhã à frente da orquestra do teatro serão mantidos e comandados pelo regente titular do grupo, o maestro Emiliano Patarra,

JOÃO LUIZ SAMPAIO, O Estado de S.Paulo

04 de agosto de 2012 | 03h04

Em nota oficial, a Secretaria de Estado da Cultura não divulgou o motivo da demissão. O Estado, no entanto, teve acesso a um e-mail do dia 26 de julho, no qual Márcio Amorim, diretor administrativo e financeiro do Instituto Pensarte - organização social responsável pela gestão do teatro -, comunica o maestro de seu desligamento por "justa causa (...), por motivo de ato lesivo da honra e boa fama ou ofensas físicas praticadas contra o empregador e superiores hierárquicos".

Na ocasião, Medaglia e José Silveira, diretor executivo do instituto, discutiram por conta do atraso na encomenda de partituras de uma das óperas da temporada. A demissão só não teria sido oficializada por conta de uma intervenção do secretário de Estado da Cultura, Marcelo Araújo. Ontem, no entanto, o maestro foi convocado e comunicado de sua demissão, assim como aconteceu com Silveira. "Não existe ópera tão emocionante e bufa como o Brasil", disse Medaglia na noite de ontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.