Justiça dos EUA declara Steve Fossett oficialmente morto

O avião do aventureiro desapareceu há cinco meses no deserto de Nevada

BBC Brasil,

16 de fevereiro de 2008 | 09h35

A justiça americana declarou o aventureiro e milionário americano Steve Fossett oficialmente morto em Chicago, nos Estados Unidos. Fossett estava desaparecido há cinco meses. Ele foi visto pela última vez decolando de um aeroporto privado próximo à cidade de Yerington, no Estado de Nevada. A esposa do milionário teria feito uma petição para ter a declaração oficial da morte do marido. Apenas com a declaração pode ocorrer a abertura do processo do testamento. A lei norte-americana exige que se apresentem provas para dar alguém como falecido ou que o seu desaparecimento se mantenha por um mínimo de sete anos. Segundo o juiz, as provas da morte de Fossett "são mais que suficientes". De acordo com ele, a fortuna do aventureiro é "vasta" e passaria dos oito dígitos. Quando desapareceu, Fossett viajava a bordo de um avião monomotor Citabria de cores azul e branco. O vôo estava planejado para durar apenas três horas. Nas semanas seguintes ao desaparecimento, as equipes de busca realizaram vários vôos em Nevada e na Califórnia - 45 aviões participaram das operações. No entanto, as equipes não encontraram pistas sobre o desaparecimento de Fossett.     Recordes    Famoso nos Estados Unidos, Fossett ganhou destaque no Brasil em agosto de 2001, quando aterrissou com seu balão na cidade gaúcha de Bagé. Fossett tentava dar a volta ao mundo a bordo de seu balão, mas desistiu devido a temores de fortes tempestades. No ano seguinte, ele conseguiu bater o recorde. Ele fez fortuna no setor de serviços financeiros, mas é mais conhecido pelos recordes mundiais que quebrou como piloto, balonista e navegador. O aventureiro bateu 116 recordes em cinco esportes diferentes e detinha mais de 60 recordes. Em 2006, ele bateu o recorde de tempo de vôo. Em março de 2005, tornou-se a primeira pessoa a viajar sozinha a bordo de um avião ao redor do mundo sem abastecer. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.