Justiça fixa regra para preço do diesel S-50 da Petrobras

O governo de São Paulo obteve decisão da Justiça que determina à Petrobras a distribuição e venda do diesel conhecido como S-50, menos poluente, por preço "suficientemente próximo" ao do S-500 e S-2000, utilizados atualmente. A decisão complementa medida liminar divulgada ontem, concedida pelo juiz da 19ª Vara Cível Federal, José Carlos Motta, que obriga a estatal a distribuir e vender o combustível a partir do dia 1º de janeiro, mas não havia determinado o valor do S-50 no mercado. Por essa razão, a Procuradoria Geral do Estado ingressou com um recurso (embargo de declaração), deferido hoje.Na avaliação do secretário estadual do Meio Ambiente, Xico Graziano, "isso torna a decisão da Justiça completa e dá segurança quanto à sua aplicação, tornando o S-50 economicamente viável para o consumidor". "É mais uma vitória em favor do meio ambiente", afirmou.

AE, Agencia Estado

17 de setembro de 2008 | 17h19

Tudo o que sabemos sobre:
meio ambientedieselPetrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.