Lucro da Vale no 3o tri cai 57,8% com queda do minério

A Vale lucrou 3,328 bilhões de reais no terceiro trimestre, uma queda de 57,8 por cento em relação mesmo período do ano passado, com a queda nos preços do minério de ferro afetando o resultado, informou a empresa nesta quarta-feira.

Reuters

24 de outubro de 2012 | 20h17

"A Vale teve um desempenho financeiro no terceiro trimestre que refletiu os desafios decorrentes da volatilidade dos preços em queda, que ocorre devido à desaceleração do crescimento econômico global, combinando os efeitos da demanda menor por minérios e metais com expectativas negativas", afirmou a empresa em comunicado.

Na moeda norte-americana, o lucro líquido da maior produtora de minério de ferro do mundo somou 1,669 bilhão de dólares, abaixo do que esperavam analistas. Em média, 19 especialistas consultados pela Reuters apontaram lucro de 1,916 bilhão de dólares.

Os preços do minério de ferro, principal produto da Vale, recuaram fortemente em agosto, mas se recuperaram um pouco ao longo de setembro, após uma mínima de cerca de três anos.

A produção de minério de ferro da Vale atingiu 83,92 milhões de toneladas no terceiro trimestre deste ano, uma queda de 4,5 por cento em relação ao recorde alcançado no mesmo período do ano passado, quando a China turbinava a demanda pelo produto.

O Ebitda da maior produtora de minério de ferro do mundo foi de 7,5 bilhões de reais, cerca de metade do que foi alcançado um ano antes.

NOVA MINA

A empresa informou ainda nesta quarta-feira que a nova mina em Carajás N5 Sul deve entrar em operação até o final deste ano.

Em nota sobre o balanço do terceiro trimestre, a empresa afirmou que os investimentos excluindo aquisições atingiram 4,3 bilhões de dólares no período.

A empresa disse ainda que obteve 52 licenças ambientais neste ano para atividades de logística e mineração.

(Por Sabrina Lorenzi)

Tudo o que sabemos sobre:
MINERACAOVALERESULTADOATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.