Lucro trimestral da Procter & Gamble cai; vendas têm leve alta

A Procter & Gamble, maior fabricante de bens de consumo do mundo, anunciou nesta sexta-feira queda no lucro trimestral, prejudicada por câmbio desfavorável e menor margem de lucro bruto.

Reuters

24 de janeiro de 2014 | 10h26

A fabricante das fraldas Pampers manteve sua previsão de vendas para 2014.

A empresa registrou lucro de 3,43 bilhões de dólares, ou 1,18 dólar por ação, no segundo trimestre fiscal, ante 4,06 bilhões, ou 1,39 dólar por papel, um ano antes.

O lucro principal por ação, excluindo encargos, caiu 1 por cento, para 1,21 dólar.

As vendas subiram 0,5 por cento, para 22,28 bilhões de dólares, em linha com a estimativa média de Wall Street, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S. As vendas orgânicas subiram 3 por cento.

(Por Phil Wahba em Nova York)

Mais conteúdo sobre:
CONSUMOPROCTERANDGABLERESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.