Mais 15 soldados da Ucrânia morrem em combate, dizem militares em Kiev

Desde o início do conflito, 800 membros das forças regulares da Ucrânia foram mortos, segundo o governo

REUTERS

02 Setembro 2014 | 07h27

Mais 15 soldados das forças armadas da Ucrânia foram mortos nas últimas 24 horas em combates com separatistas pró-Rússia apoiados por tropas russas, disse um porta-voz militar da Ucrânia nesta terça-feira.

Agências das Nações Unidas dizem que cerca de 2.600 pessoas morreram no conflito, cerca de 800 delas membros das forças regulares da Ucrânia, segundo o governo em Kiev.

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, afirmou na segunda-feira que a situação na guerra de cinco meses contra os separatistas piorou drasticamente desde que forças russas passaram a lutar ao lado dos separatistas.

Ele declarou que a Rússia está agora promovendo uma "agressão aberta e sem disfarces" contra a Ucrânia. A Rússia nega que suas tropas estejam envolvidos no conflito.

(Reportagem de Pavel Polityuk)

Mais conteúdo sobre:
UCRANIASOLDADOSCONFRONTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.