Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Morador de rua é atingido por bala de borracha

Um morador de rua de 14 anos foi atingido por uma bala de borracha, durante os confrontos entre manifestantes e policiais, quando caminhava pela Avenida Angélica, na região central da capital paulista. "Vi os manifestantes correndo e quando eu vi tinha um bagulho na minha perna (marca de tiro)", disse o adolescente, chorando.

Agência Estado

13 de junho de 2013 | 23h13

Algumas pessoas carregaram o jovem por dois quarteirões até uma farmácia, onde uma enfermeira que passava pela rua e funcionários da drogaria fizeram um curativo. Em seguida, a psicóloga Ada Schermann e o seu marido levaram o adolescente para o Hospital das Clínicas.

"Isso é uma das tantas barbáries que estão acontecendo nesse protesto. Isso prova que qualquer pessoa que esteja passando é uma vítima em potencial". O garoto disse que veio de São Vicente, na Baixada Santista, para São Paulo há cerca de um mês e que mora na Rua Sete de Abril.

O trânsito na Avenida Paulista foi liberado por volta das 22h. A Tropa de Choque, no entanto, continua contendo grupos menores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.