Mortos por gripe H1N1 na Grã-Bretanha chegam a 29

Vinte e nove pessoas morreram na Grã-Bretanha depois de contrair a gripe H1N1, informaram autoridades de saúde na quinta-feira.

REUTERS

16 Julho 2009 | 14h43

A Agência de Proteção à Saúde (HPA, na sigla em inglês) da Grã-Bretanha disse que 26 pessoas morreram na Inglaterra e o governo escocês confirmou três mortes na Escócia.

A maioria dos 55 mil novos casos da doença, conhecida como gripe suína, na semana passada é formada por casos brandos. O grupo afetado com mais gravidade é o de crianças abaixo de 14 anos.

A Organização Mundial da Saúde declarou em 11 de junho a existência de uma pandemia pelo vírus.

O ministro da Saúde da Grã-Bretanha, Andy Burnham, disse este mês que o governo estima que haverá mais de 100 mil novos casos por dia da gripe até o fim de agosto.

(Reportagem de Catherine Bosley)

Mais conteúdo sobre:
GRIPE GRABRETANHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.