Motoristas protestam e atrasam saída de ônibus em SP

Motoristas e cobradores de duas garagens iniciaram a liberação dos primeiros ônibus somente às 6h25 desta manhã, prejudicando parte dos moradores que dependem dos ônibus que saem dos terminais da região central em direção a bairros e a outros terminais na zona sul da capital paulista. Os primeiros deveriam ter saído às 3h30. A paralisação foi um protesto contra a demissão de alguns funcionários ligados ao sindicato da categoria. As duas garagens juntas possuem um total de 595 carros. Foram afetados usuários que tomam os coletivos no Largo São Francisco e nos terminais Bandeiras e Parque Dom Pedro, no centro; além dos terminais Capelinha, João Dias, Santo Amaro, Jardim Angela, Guarapiranga e Ana Rosa, na zona sul.Foram prejudicados também moradores do Itaim Bibi, Santo Amaro e Campo Limpo, e de bairros localizados próximo da divisa entre a capital paulista e as cidades de Itapecerica da Serra e Embu, como Jardim Santo Eduardo, Jardim das Rosas, Valo Velho, Parque do Engenho, Jardim Angela, Chácara Santa Maria e Capão Redondo, entre outros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.