MP pede reforço do policiamento na Raposa Serra do Sol

O Ministério Público Federal (MPF) em Roraima recomendou à Coordenadoria Geral de Defesa Institucional da Polícia Federal para que providencie o reforço do policiamento na terra indígena Raposa Serra do Sol, principalmente na Região do Surumu, na Comunidade do Barro, que é a porta de entrada para terra indígena. A recomendação leva em conta o histórico de conflitos na região. O objetivo, segundo o MPF, é que o policiamento na região seja reforçado durante o período que antecede a execução de retirada dos não índios da terra indígena, para que não ocorram novos conflitos.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

31 de março de 2009 | 08h00

O MPF está vigilante na operação de retirada dos não índios da terra indígena e afirma que a execução da decisão do Supremo Tribunal Federal deve ocorrer de forma a respeitar integralmente os direitos das comunidades indígenas de Roraima. O MPF/RR concedeu prazo de cinco dias úteis para que a Coordenadoria-Geral de Defesa Institucional da Polícia Federal se manifeste sobre a recomendação.

Mais conteúdo sobre:
Raposa Serra do SolMPRR

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.