Nasa não tem provas de que astronautas embarcaram embriagados

Uma investigação da Nasaterminou sem provas de que astronautas entraram embriagados emnaves ou jatos, disse na quarta-feira o principal responsávelpor segurança da agência. Em julho, uma comissão externa divulgou que astronautas dosEUA haviam entrado bêbados em um ônibus espacial e em um jatode treinamento T-38, e que em uma ocasião um deles chegou a serlançado neste estado num foguete russo Soyuz. "Fui incapaz de verificar qualquer caso em que umtripulante astronauta estivesse prejudicado no dia dolançamento, ou qualquer caso em que um gerente de um cirurgiãode vôo ou co-tripulante tenha desrespeitado sua recomendação deque um tripulante não voasse", disse Bryan O''Connor, chefe dodepartamento de segurança da Nasa, em relatório divulgado naquarta-feira. A acusação havia sido parte de uma análise mais ampla sobrea saúde dos astronautas, encomendada pela direção da Nasadepois da prisão da astronauta Lisa Nowak, que em fevereiroperseguiu e agrediu uma rival amorosa na Flórida. Nowak, que fez seu primeiro vôo espacial em julho de 2006,foi demitida há seis meses, junto com o piloto de naves BillOefelein, pivô da disputa sentimental. O julgamento de Nowak, que responde a acusações de agressãoe tentativa de sequestro, deve começar no mês que vem. (Por Irene Klotz)

REUTERS

29 de agosto de 2007 | 16h59

Tudo o que sabemos sobre:
CIENCIANASAEVIDENCIAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.