Para Nasa, Atlantis pode voltar à Terra apesar de ´erro´

Agência espacial dos EUA confirma falha sobre rompimento de proteção térmica

Agencia Estado

21 de junho de 2007 | 12h12

A Nasa informou na quarta-feira, 20, que "cometeu um erro" em seus cálculos sobre o rompimento na proteção térmica do ônibus espacial Atlantis, mas que isso não deve impedir a nave de voltar à Terra. O sub-gerente do programa de ônibus espaciais da agência, John Shannon, disse a jornalistas que os engenheiros da Nasa acreditam que uma área, abaixo do rompimento da manta de proteção térmica próxima à parte traseira do Atlantis, se aqueceu mais do que se imaginava originalmente durante o lançamento do ônibus. A diferença de temperaturas é relativamente pequena - 210 graus Celsius em vez de 177 graus Celsius - e não causaria danos à nave, mas os erros envolvendo as proteções térmicas dos ônibus espaciais geram preocupações desde o desastre com o Columbia em 2003. "Quando eles modelaram, cometeram um erro", disse Shannon sobre a análise original. "É óbvio que não gostamos de errar, ninguém gosta." Apesar do equívoco, autoridades disseram que o ônibus espacial caminha para pousar na quinta-feira no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, se as condições climáticas permitirem. Em entrevista coletiva no Centro Espacial Johnson, em Houston, Shannon disse que o erro não representa uma ameaça para o Atlantis. "Se existe alguma preocupação? Não, não existe", disse ele. Mais tarde, representantes da Nasa anunciaram oficialmente que o Atlantis está pronto para a volta à Terra. O Columbia se desintegrou em 2003 em sua tentativa de retornar à Terra, por causa de um problema não-detectado na proteção térmica, causado pelo choque de um pedaço de material isolante do tanque da nave durante seu lançamento. Os sete astronautas a bordo morreram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.