Partido de Marine Le Pen processará Madonna por associar política à suástica

Marine Le Pen apareceu em vídeos projetados em um telão com a suástica sobre seu rosto. Momentos depois foram mostradas imagens semelhantes a Hitler.

BBC Brasil, BBC

15 de julho de 2012 | 17h36

O partido Frente Nacional, da extrema-direita francesa, deve abrir um processo contra a cantora americana Madonna, que durante um show em Paris no último sábado mostrou imagens de Marine Le Pen, líder da legenda, com uma suástica nazista em frente ao seu rosto.

Ex-candidata à Presidência e principal voz da extrema-direita no país, Marine Le Pen apareceu em vídeos projetados em um telão com a suástica enquanto a cantora apresentava a música Nobody knows me ("Ninguém me conhece").

Momentos depois foram mostradas imagens semelhantes a Adolf Hitler.

Florian Philippot, vice-presidente do partido, disse que a comparação não pode ser aceita e que o processo deve ser aberto na próxima semana.

"Esta é apenas outra provocação da turnê mundial de Madonna, para que as pessoas falem sobre ela. Marine Le Pen defenderá não só a sua honra como os que a apoiam e os milhões de eleitores da Frente Nacional", disse.

Com sua agenda extremista, Marine Le Pen recebeu 18% dos votos no primeiro turno das eleições presidenciais na França que recentemente elegeram o socialista François Hollande.

No Parlamento francês, no entanto, o partido venceu apenas dois dos 577 assentos.

A cantora deve se apresentar novamente na França no dia 21 de agosto, em Nice. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
madonnaalsofrançamarine le penle pen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.