Polícia acha vestígio de cocaína em local de rave no Rio

A polícia encontrou vestígios de cocaína em um dos banheiros do sítio em Itaboraí, na região metropolitana do Rio, onde duas pessoas morreram e outras 18 precisaram ser internadas após uma festa rave no local. Já foi pedido um exame toxicológico dos dois jovens que morreram, um deles na festa e outro numa batida de carro depois do evento, que começou na noite de sábado e só terminou no fim da tarde de ontem.O adolescente Lucas Francescesco Amendola Marioano, de 17 anos, sofreu uma parada cardíaca depois de passar mal na festa. Lucas portava identidade falsa e mentiu para os pais, dizendo que iria para Angra dos Reis com amigos. A morte de Raphael de Souza Mais, de 26 anos, é apurada no mesmo inquérito. Ele bateu na traseira de um ônibus momentos depois de sair da festa. A polícia quer saber se ele estava sob efeito de drogas.A família do rapaz, segundo a polícia, informou que ele não estava na rave, mas informações colhidas pela polícia até hoje dão conta de que ele esteve na festa. Outros 18 jovens foram internados com sintomas de abuso de álcool e drogas. Um deles, Benjamin Gonçalves, de 21 anos, está em coma e respira com ajuda de aparelhos. De acordo com o delegado Antônio Nunes, a documentação dos organizadores da festa estava regular. Ele disse que vai pedir imagens das câmeras de segurança do local para tentar identificar o consumo de drogas. Nunes informou que os organizadores e seguranças da festa podem ser indiciados por não reprimirem o uso de entorpecentes.

TALITA FIGUEIREDO, Agencia Estado

29 de outubro de 2007 | 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.