Poluição cresce no mesmo ritmo da economia chinesa

Todos os índices de poluição aumentaram naChina nos primeiros nove meses do ano apesar das medidas do governo federal. Algumas cidades, como Pequim, registraram mais de 90 dias"poluídos", segundo um relatório oficial publicado nesta quarta-feira. "A qualidade ambiental quase não mudou e algumas áreas ainda sofrem uma poluição grave. As emissões de poluentes industriais ainda crescem constantemente", informou a Administração Estatal do Meio Ambiente (Sepa) em seu site. O crescimento de 10,7% da economia chinesa nos primeiros nove meses do ano foi acompanhado por um aumento das emissões de dióxidode carbono (responsável pelo efeito estufa), dióxido de enxofre (quecausa a chuva ácida) e pela poluição da água. A produção no setor do carvão, um dos principais emissores de gases do efeito estufa, cresceu 12,8% em relação ao mesmo período do ano passado, apesar da campanha de Pequim para reduzir suadependência do combustível. Além disso, o país emitiu 4,2% a mais de dióxido de enxofre e continua sendo o líder em emissões. Onze das principais cidades do país tiveram mais de 90 dias de poluição grave, com um aumento da concentração de substâncias nocivas emitidas, e pelo menos 15 milhões de habitantes foramafetados física ou psicologicamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.