Portela entra na avenida com volta de Luma de Oliveira

A Portela entrou hoje na avenida e, junto com a escola de samba, um clima de expectativa, com a volta gloriosa da empresária Luma de Oliveira à passarela do samba, como rainha da bateria da agremiação, uma das mais tradicionais do Grupo Especial do Rio. A questão hoje é quebrar o jejum de 25 anos e conquistar o título. A última vez que a escola ganhou foi na inauguração do Sambódromo, quando dividiu o trono com a Mangueira.Fundada em 11 de abril de 1923, a escola, que já ganhou 21 títulos, é pioneira em vários "quesitos". Portela, Mangueira e Unidos da Tijuca são as únicas que participaram do primeiro desfile, realizado em 1932, que continuam em atividade até hoje. Foi campeã do primeiro desfile oficial do carnaval carioca, em 1935. O samba de Paulo da Portela, "Teste ao Samba", foi considerado o primeiro samba de enredo, em 1939. Introduziu nos desfiles a comissão de frente. Foi a primeira a trazer uma mulher na bateria tocando surdo, Dagmar, entre outros pioneirismos.Portela, a escola do coração de Paulinho da Viola e Marisa Monte, canta o amor na avenida, começando com histórias da Idade Média até chegar aos dias de hoje, passando pela construção do Taj Mahal e os amores efêmeros típicos dos bailes de carnaval dos anos 1950.

EQUIPE AE, Agencia Estado

24 de fevereiro de 2009 | 02h28

Tudo o que sabemos sobre:
carnavalRJPortelaLuma de Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.