Santos Dumont investe R$ 288 mil em reformas

Com investimento de R$ 288 mil, o aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio de Janeiro, recebeu um reforço nos sanitários da área de desembarque. Os serviços ampliaram de cinco para 17 a quantidade de boxes nos sanitários masculino e feminino nos setores de desembarque A e B, incluindo dois para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. O trabalho, executado com mão-de-obra da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e de empresa terceirizada que já atua no aeroporto, foi entregue na segunda-feira (10) aos usuários.

EQUIPE AE, Agência Estado

11 Junho 2013 | 12h01

A Infraero informa que reforçará em 26% o seu efetivo no Aeroporto Santos Dumont para atender o fluxo de passageiros da Copa das Confederações. Entre amanhã (12) e o dia 3 de julho, será ampliado de 35 para 44 o número de empregados nas áreas de operações, manutenção e orientação ao passageiro para garantir o funcionamento de escadas rolantes, elevadores, esteiras e sistemas de ar-condicionado. A meta é assegurar agilidade nos embarques e desembarques.

Também haverá reforço na equipe de limpeza, cujo efetivo passará de 150 para 160 funcionários. O balcão de informações, por sua vez, terá 15 atendentes se revezando para garantir orientação aos passageiros e usuários em português, em inglês e em espanhol. A previsão da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC/PR) é de que o Rio de Janeiro receba, em média, 33,5 mil passageiros nos aeroportos de Santos Dumont e Galeão durante os três dias de jogos. Em relação à ampliação dos sanitários, há uma determinação da SAC para que sejam realizadas as reformas mais urgentes, considerando o grande fluxo de passageiros por causa da Copa das Confederações e da Jornada Mundial da Juventude.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.