Secretaria multa donos da Di-All Química em R$ 500 mil

A Secretaria de Meio Ambiente de Diadema, na Grande São Paulo, multou em R$ 500 mil os donos da empresa Di-All Química, José Maria Albuquerque Maranhão e Rogério Lopes da Silva, por poluição atmosférica e hídrica e lançamento de substâncias tóxicas e inflamáveis no solo, nocivas à saúde humana e ao meio ambiente. Eles também terão de recuperar todo o plantio arbóreo público do entorno da fábrica, destruída por um incêndio na sexta-feira.

ELVIS PEREIRA, Agencia Estado

31 de março de 2009 | 20h46

A Secretaria de Assuntos Jurídicos convocará Maranhão e Silva para discutir na próxima sexta-feira a indenização das famílias cujas casas foram afetadas pelo fogo e o ressarcimento dos gastos da prefeitura com a limpeza da área e atendimento dos moradores. Hoje, a Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) também multou a Di-All em R$ 158,5 mil por danos ambientais.

Mais conteúdo sobre:
acidenteincêndioSPmultaDiadema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.