Seguradora PICC consegue garantias para metade do IPO de US$3,6 bi

A seguradora estatal chinesa PICC recebeu garantias da American International Group (AIG) e de outros investidores para comprar metade das ações que emitirá no IPO de 3,6 bilhões de dólares, que deve ser o maior de Hong Kong em dois anos.

Reuters

21 de novembro de 2012 | 09h14

A tão aguardada oferta pública inicial de ações deve ter a precificação em 30 de novembro, mas analistas revisaram para baixo a avaliação da companhia e do tamanho do IPO, destacando o ambiente difícil e a necessidade da PICC de se capitalizar para dar conta do crescimento do negócio.

Este será o maior IPO de Hong Kong desde que outra seguradora, a AIA, levantou 20,5 bilhões de dólares em 2010.

A companhia conseguiu 1,85 bilhão de dólares em garantias por parte de 17 investidores, como a concessionária chinesa State Grid , a mineradora Zijin, a companhia de defesa Spacechina e a seguradora China Life, segundo fontes familiarizadas com o assunto.

A IAG entrou para a lista de investidores com 500 milhões de dólares em garantias, disseram fontes familiarizadas com o assunto. Uma fonte tinha dito antes que a seguradora norte-americana tinha desistido por causa de divergências quanto à avaliação. A IAG não estava imediatamente disponível para comentar o assunto.

(Por Elzio Barreto e Fiona Lau)

Tudo o que sabemos sobre:
FINANCASPICCIPO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.