Sem cuidado ou controle

Assino um pacote da NET com TV a cabo, internet e telefone. Meu irmão ligou para a NET de minha casa e se fez passar por mim para comprar um pacote de serviços para ser instalado na casa dele. A NET não pediu nenhum documento nem verificou se ele era, de fato, o titular da linha. Solicitei o cancelamento do serviço, em 3/2, e a atendente informou que, em até 5 dias, isso seria feito e que a instalação não seria mais realizada. Mas em 7/2 minha sobrinha disse que a TV a cabo estava funcionando na casa de meu irmão. Liguei para a NET e o atendente disse que não havia nenhum superior para autorizá-lo a cancelar o serviço. Mandei um e-mail. Uma funcionária ligou no dia seguinte para dizer que a primeira atendente errou no procedimento e não cancelou a assinatura. Pediu-me desculpas e disse que a NET não iria cobrar pelos serviços e que a empresa iria retirar o decodificador na casa dele, pois eu não falo com meu irmão há tempos. Mas, em 24/2, recebi duas ligações de funcionários da NET perguntando se eu realmente gostaria de cancelar o serviço. Resultado: a NET não conseguiu reaver o decodificador com meu irmão e, por isso, não cancelou a assinatura. A NET não poderia ter vendido um serviço sem confirmar que está realmente falando com o titular da conta!

, O Estadao de S.Paulo

11 de março de 2010 | 00h00

FRANCE NAKANISHI

São Paulo

A NET esclarece que o contrato da leitora sra. France está cancelado, sem pendências.

A leitora comenta: Só cancelaram depois que eu "invadi" a casa de meu irmão, peguei

o conversor e o devolvi à NET. Mas recebi cobrança de

R$ 59,22, pelo fim do contrato.

Lixo na rua

Moro na Rua Major Sertório, no centro da cidade. No dia 9/2 verifiquei que a coleta de lixo não havia sido feita. Entrei em contato com a Prefeitura, pelo 156, e a atendente disse que a reclamação fora registrada e que o lixo seria recolhido em até três dias. Questionei sobre o prazo e ouvi o seguinte: "Somos somente uma central de relacionamento e abrimos as ocorrências, não temos como entrar em contato com a empresa de coleta de lixo, solicitando a coleta imediata. Se dentro de três dias o lixo não for retirado, vocês devem ligar novamente e passar o número do protocolo." Isso só pode ser uma piada! O que vai acontecer com o lixo depois de cair o temporal previsto? Depois o prefeito diz que a culpa das enchentes é da população, que joga lixo nas ruas.

JANA D"ÁVILA

São Paulo

O Departamento de Limpeza Urbana (Limpurb) informa que a empresa concessionária responsável pela coleta na região recolheu os resíduos e realizou a limpeza do local. Essa região apresenta muitos pontos em que os resíduos acondicionados são colocados para a coleta fora do horário. Mediante isso, o Limpurb, em conjunto com a Associação Viva o Centro, está providenciando panfletagem para a conscientização sobre a coleta de lixo.

A leitora contesta: Ao contrário do que a Limpurb diz, o lixo foi colocado no horário e local apropriados, mas não foi recolhido. Aproveito para informar que a mesma situação ocorreu no dia 4/3 - também registrei o fato em fotos.

Horas ao telefone

Com pontos acumulados no cartão fidelidade TAM, há cerca de um mês venho tentando diariamente marcar uma passagem para a minha filha. Como só consegui marcar o bilhete do trecho de ida, onde havia lugares, sou obrigado a ligar todos os dias para a TAM para saber se há algum lugar no trecho de volta. A ligação é obrigatória, pois a reserva do bilhete de ida só dura 24 horas e não existe lista de espera. O fato de ter de ligar todos os dias já é algo absurdo, mas o pior foi ficar 1h30 ao telefone, no dia 28/2, um domingo, e não ser atendido! Segue o desrespeito ao consumidor.

ROBERTO GERVITZ

São Paulo

A TAM informa que, de acordo com os registros da empresa, os bilhetes foram emitidos com sucesso no dia 1.º/3. Por meio do Fale com o Presidente, a companhia entrou em contato com o sr. Gervitz para informá-lo de que está investigando os motivos da indisponibilidade que dificultaram o seu acesso à central de vendas no dia 28/2, além dos sistemas de telefonia. A TAM esclarece ainda que, em voos internacionais de longo curso (Europa, EUA) e em voos operados por companhias aéreas parceiras, há limitação de lugares para bilhetes emitidos com pontos TAM Fidelidade. Já nos voos domésticos e dentro da América do Sul não há essa restrição. Havendo lugares no voo e respeitando-se o prazo de antecedência de 7 dias, a reserva é confirmada. Mais informações pelo telefone 0800 123200 ou pelo site: www.tam.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.