Só uma linhagem de dinos sobreviveu: a que deu origem aos pássaros

Os dinossauros foram extintos, mas deixaram uma linhagem de herdeiros que sobrevive até hoje. E não são os crocodilos nem os lagartos. São as aves.

Herton Escobar, O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2010 | 00h00

Morfologicamente, aves e dinossauros são tão parecidos que, para muitos cientistas, elas não só descendem, mas são, ainda, dinossauros de fato. Só mudaram de nome. "Toda vez que você come um frango, está comendo um dinossauro", afirma, sem titubear, o biólogo Luís Fábio Silveira, da Universidade de São Paulo (USP). "As aves são um subgrupo dos terópodes (dinossauros bípedes e carnívoros) que sobreviveu."

Segundo ele, está cada vez mais difícil diferenciar um grupo do outro. "A cada fóssil que encontramos fica mais difícil definir o que é uma ave. Vários caracteres que achávamos ser exclusivos delas não são." Inicialmente, eram as penas. Mas isso caiu por terra na década de 1990, com a descoberta de vários dinossauros emplumados. A principal característica que diferencia os grupos hoje é a orientação do osso do dedão do pé (o hálux). Nos dinossauros ele é virado para cima. Nas aves, ele aponta para baixo, permitindo que elas se empoleirem.

A ave mais antiga conhecida é o Archaeopteryx (foto), do fim do período Jurássico, com 150 milhões de anos. Os répteis modernos têm ancestralidade comum com os dinossauros, mas pertencem a linhagens que divergiram muito antes, ainda no Carbonífero. Ou seja: são parentes, não descendentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.