Stephanes diz a Minc que não confia em diálogo com ele

Assim que o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, saiu da audiência pública na Comissão do Meio Ambiente da Câmara dos deputados, o ministro da Agricultura Reinhold Stephanes admitiu que possui uma rusga com o colega. "Na última vez que conversamos sobre o Código Florestal, disse ao ministro: ''senhor Minc, perdi a confiança em seu diálogo''", disse. Stephanes explicou que os dois ministros estavam em sintonia na discussão sobre a legislação florestal, quando chegaram a um consenso sobre seis dos sete pontos do documento.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

23 de junho de 2009 | 19h31

Num determinado momento, de acordo com o ministro, foram apresentados pela equipe do Meio Ambiente mais seis itens que também deveriam ser debatidos e incluídos na proposta de alteração do código. "De todos eles, o que mais me chocou foi o que indicava a prisão por três anos para cada produtor que infringisse o meio ambiente", relatou. Stephanes se disse indignado com a proposta apresentada pela equipe de Minc.

Ainda segundo Stephanes, uma nova reunião sobre os sete pontos que deveriam ser alterados no Código Florestal foi marcada para o dia seguinte. Neste encontro, o único a não comparecer, de acordo com o ministro, foi o deputado Sarney Filho (PV-MA), o que foi usado como argumento para a interrupção do debate por Minc. "Eu insisti para que a reunião continuasse, mas Minc disse que não porque Sarney Filho não estava presente", disse Stephanes. "Para mim, isso foi como sabotar alguma coisa que estava na direção correta", acrescentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.