Suposta vítima de pistoleiros está desaparecida no PA

Os bombeiros prosseguem as buscas ao corpo de Karina Matos Guimarães, de 29 anos, supostamente morta por seu ex-companheiro, o pecuarista Alessandro Camilo de Lima, em Parauapebas, no Pará. Três pessoas suspeitas já foram detidas. A vítima, grávida de 9 meses, está desaparecida há cerca de 20 dias. Segundo a polícia, o pecuarista contratou pistoleiros para matar a ex-companheira. Após o assassinato, o corpo foi colocado em um tambor e jogado no Rio Itacaiúnas, onde prosseguem as buscas.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

31 de maio de 2010 | 14h23

De acordo com a polícia, as investigações levaram à prisão de três envolvidos, entre eles o fazendeiro e um pistoleiro. A atual companheira do pecuarista, que também estaria envolvida no crime, está foragida. Funcionários da fazenda do acusado também estão sendo investigados, pois há indícios da participação dos trabalhadores no crime. Foram encontrados na fazenda um travesseiro e uma foice manchados de sangue.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.